A (minha) filosofia barata

A (minha) filosofia barata
Sofia Francisco, Professora de Inglês

Filosofia barata é a minha. Não me custa nem um cêntimo, mas tem-me  ajudado a viver melhor.

Eu explico. Tenho cinquenta e um anos e jamais me ouvirão um queixume a dizer que estou velha. Claro que, como diz a minha amiga Carla, eu já não vou para nova, mas acho que só não agradeço naquelas dias raros em que adormeço no sofá e caminho apardalada em direção à cama. Tenho cinquenta e um anos e sei a sortuda que sou por poder ver os meus filhos crescerem saudáveis; por ter visto o Sporting ser campeão; por me ter regalado com bolo de chocolate morno e uma ginjinha de Óbidos no sábado passado; pela minha amiga Xana ter tido a brilhante ideia de irmos ver a Companhia Olga Roriz, no dia 18 de junho, ao Teatro José Lúcio da Silva; por ter ainda a minha mãe a cozer-me o feijão verde como eu gosto; por conseguir ainda decorar letras de canções e de poemas e por ter quem me ame com as minhas paranóias…

Claro que tenho dias em que nem a filosofia nem a poesia me parecem salvar, mas quando isso acontece penso na Ana.

 A Ana partiu no dia em que saiu de um jantar comemorativo dos que, tal como ela, tinham feito quarenta anos, e um carro a apanhou para a levar. Filha única, deixou os seus pais, o Miguel e os seus dois rapazes maravilhosos. E deixou-me a mim, e a cada aniversário que passa, a pensar na lotaria que ganhei em ter chegado aqui, aos cinquenta e um, saudável e com tanta ânsia de viver.

O ano passado comemorei meio século da forma possível e, mesmo sem ter emitido uma lamúria, passei o ano com a sensação de encontros, de palavras e de abraços adiados. No entanto, tenho andado a desconfinar devagarinho, acompanhada  pela felicidade de, um ano mais tarde, me sentir maior e vacinada.  Agora, para ficar ainda mais contente, só me falta é ver também os meus amigos vacinados. Ui! Aí é que eles vão ver o que é bom para a tosse- abraços apertados, pois claro!

Fica aqui esta (minha) filosofia. Levem-na e não se queixem - ela é totalmente grátis!

Crónicas do mesmo autor

19 Julho, 2021
Na semana passada, dei por mim a olhar para a minha capa de telemóvel, comprada por impulso e pouca necessidade, numa loja do aeroporto, com a inscrição “Fight like a girl”.  Pois muito bem,...
23 Abril, 2021
Nasci quatro anos antes do 25 de abril de 1974 e, até aos dezasseis, andei tão entretida com os muitos romances que lia, com os amores que vivia  (e com os que só existiam na...
01 Abril, 2021
Tenho cinquentas anos, sei que a Charli d’Amelio é a adolescente mais popular no Tik Tok, já fiz  vídeos no Reels, trabalho com muitas plataformas educativas e gabo-me de ter um anel de luz...

Leia também

Sofia Francisco, Professora de Inglês
Sofia Francisco, Professora de Inglês
Diana Nicolau, Atriz