Gula
Vinhos com sabor a história

E que tal passar uma tarde ou uma noite a provar e degustar alguns dos melhores vinhos nacionais numa “casa” recheada de histórias e heranças vinícolas? Na Quinta do Sanguinhal pode e deve fazê-lo.

21 Junho, 2019

Vinhos com sabor a história

Moscatel Graúdo, Sauvignon Blanc, Vital, Verdelho, Castelão, Touriga Nacional, Syrah, Aragonez, Merlot, Arinto, Fernão Pires e Cabernet Sauvignon são algumas das castas das vinhas que a Companhia Agrícola do Sanguinhal - a mais antiga do distrito de Leiria a produzir e engarrafar vinhos – utiliza para produzir os seus vinhos históricos.

São três as quintas que a companhia explora desde o século XX e que dão nome aos vinhos mais prestigiados da empresa: a Quinta do Sanguinhal, a Quinta das Cerejeiras e a Quinta de São Francisco. Na do Sanguinhal pode disfrutar de um programa de enoturismo único, com uma visita aos jardins e às vinhas, à antiga destilaria, a um lagar com prensas datadas de 1871, a uma cave de envelhecimento com 36 tonéis e o melhor de tudo… provar sete dos vinhos da empresa. E como qualquer bom vinho precisa de um bom acompanhamento, tem também direito a uma refeição de “comer e chorar por mais”.

A Bússola já esteve numa prova de vinhos vertical da gama “Quinta do Sanguinhal“ reservas e grandes reservas, produzidas ao longo das últimas cinco décadas com castas Castelão, Touriga Nacional e Aragonez e garantimos que tanto os vinhos, como a comida fazem querer voltar.

A herança

Esta é uma herança deixada por Abel Pereira da Fonseca e que os seus descendentes, já na 4.ª geração, não deixaram cair. Espelho disso são os vários prémios recebidos pelos vinhos da companhia. O fundador detinha uma das maiores redes de estabelecimentos de venda ao público do país, “Val do Rio”, que chegou a ter cerca de 100 lojas em Lisboa.

Reza a lenda que, em tempos, Fernando Pessoa ia muito frequentemente até ao depósito mais próximo da casa de Abel Pereira da Fonseca para… tomar um copo de vinho. Como homenagem, a empresa criou o vinho Casabel.

Também no Norte do País podemos ver “vestígios” da história destes vinhos. No Mercado do Bolhão, no Porto, perduram dois painéis em azulejos a anunciar os vinhos de Abel Pereira da Fonseca.

Veja também

09 Novembro, 2021
Ir a Alcobaça e não comer no Restaurante António Padeiro é como visitar o Vaticano e não ver o Papa à janela! Como Alcobaça fica um pouquinho mais perto, fomos ouvir a missa gastronómica que...
18 Outubro, 2021
  Até dia 21 de novembro há várias visitas acompanhadas pelos mais recentes percursos marcados pelo município de Alcobaça, pensados para todos os tipos de caminhantes — solitários ou em...
24 Setembro, 2021
O Castigo era um daqueles restaurantes que já andava a catrapiscar há algum tempo e estas férias de Verão foram o momento certo para atacar "a estrela da companhia", que é como quem diz: as suas...